*.. e porque é na noite que encontro a calma que me acalma .. a razão que me dá vida .. a força e a coragem que me fazem acordar no dia seguinte .. para mais uma vez .. esperar.. esperar com ansiedade .. o regresso do meu Raio de Luar ..*

11
Set 09
O despertador toca a avisar o início de um novo dia.
Não quero!
Não quero levantar-me
Não quero sair para o outro mundo
Não quero viver com outras pessoas.

Quero ficar ali para sempre.
No meu quarto – o meu mundo pequeno
Na minha cama – a minha confidente
Nos meus lençóis – lenços das minhas lágrimas.

Não tinha adormecido há muito tempo
Ainda conseguia sentir no rosto as lágrimas do dia anterior.

Olho o horizonte,
Lá fora o céu escurecido, as nuvens cinzentas, o dia triste.
O perfeito retrato da minha alma.

Não quero ir…
Deixa-me ficar… Só mais um pouco
Neste meu mundo pequeno
Nesta minha alma fria
Nesta minha ilusão de vida
Onde ainda consigo sonhar e acreditar

Onde ainda vivo feliz!
publicado por Patti às 15:14
A Lua está...*:
Ao som de...*: T.T.-Não há mais nada

02
Out 08

 

O luar cai sobre o mar,

Reluzente, os sonhos acordam,

Transportando-nos numa viagem inesquecível,

Apetecível,

Somos tudo, como a infinidade do universo,

Ou o abrilhantar das estrelas.

Somos nada, como a simplicidade e delicadeza

De uma simples folha de Outono, quebradiça.

Mas linda, secreta na sua imutável beleza,

Como noites de luar, romantismo.

Como dias longos aguardando o clarão da noite.

Apenas porque,

O sol e a Lua se amam,

Como o homem na sua plenitude de ser vivente.

Hugo Justo, in Metro


Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds
Sobre este Raio de Luar*
blogs SAPO